segunda-feira, 25 de julho de 2011

A morte de Amy Winehouse

Amy Jade Winehouse (Londres, 14/09/1983), conhecida como Amy Winehouse, foi uma cantora e compositora de soul, jazz e R&B do Reino Unido.

Seu primeiro álbum, Frank, lançado em 2003 pela Island Records, foi muito bem recebido, comercial e criticamente, e o segundo, de 2006, Back to Black, deu a ela seis indicações ao Grammy Awards, das quais venceu cinco.

Amy também foi muito conhecida por seus escândalos públicos e pelo uso de drogas. Os problemas de Amy com drogas e álcool foram noticiados pelos meios de comunicação ao redor do mundo desde 2008.

Em junho de 2008 o pai de Amy revelou aos jornalistas que ela estava com uma possível arritmia cardíaca por conta do uso abusivo de cocaína e cigarro.

Em 2009, Winehouse garantiu estar se recuperando.

Ela já tinha vendido 505 mil cópias de seus dois discos anteriores no Brasil, segundo a revista semanal Veja. Em 2010, Amy terminou seu tratamento na reabilitação e finalmente parecia ter se libertado das drogas, podendo concentrar-se no seu terceiro disco, esperado para janeiro de 2011, o fato não ocorreu.

No seu último show, em 19/06/2011, em Belgrado, a cantora teve uma atuação em que era visível o seu estado de embriaguez, levando a assobios por parte dos fãs sérvios. Ficou assim provado, que a cantora não se tinha ainda curado do alcoolismo.

Nesse final de semana, dia 23/07/2011, foi encontrada morta em sua casa, em Camden, Londres, ás 16h. A polícia disse que a causa de sua morte "ainda não foi explicada."

A autópsia será feita hoje.



3 comentários:

  1. Uma pena não é! :(
    Bjus, Aspectho
    @Aspectho
    http://www.lojaaspectho.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lá se vai mais uma com seus 27 anos e todo um talento para os sete palmos. Uma pena...

    !Xo!
    www.sofashionist.com.br
    @DeinhaRocha

    ResponderExcluir
  3. Tão talentosa....
    Uma pena...
    Bjo

    ResponderExcluir